Loja

Popular

SEMINÁRIO QUEIROSIANO 2018

150.00

As questões da civilização em Eça de Queiroz e Oliveira Martins

16 a 20 de Julho de 2018

  • Número limitado de inscrições;
  • Data limite para inscrição: 12 Julho 2018;
  • O valor da inscrição inclui almoço – 2ª a 6ª;
  • Confere Diploma no final do Curso.

Os Amigos de Tormes têm um desconto de 10%.

Para beneficiar do mesmo, devem solicitar à FEQ (feq@feq.pt) um voucher, que conferirá o respetivo desconto no momento da compra, na Loja Online.

Nota: Após efectuar a compra, receberá um e-mail da Fundação Eça de Queiroz a confirmar a inscrição. Obrigado.

Informação Complementar

Adicionar aos meus desejos
Categoria: Etiquetas: ,
  • Descrição

Descrição do Produto

XXI CURSO DE VERÃO INTERNACIONAL / SEMINÁRIO QUEIROSIANO

As questões da civilização em Eça de Queiroz e Oliveira Martins

16 a 20 de Julho de 2018

Introdução/Objetivos

Esta edição do Curso de Verão debruça-se sobre Eça de Queiroz e Oliveira Martins, tendo como ponto de partida a sua relação de amizade, o diálogo sobre temas que lhes eram coevos e a sua receção mútua. A ideia de civilização que obsessionava a intelectualidade europeia na segunda metade do século XIX não só perpassa as obras de ambos, como o faz de forma bastante diversificada. Muitas vezes associada à ideia de conhecimento, de ciência, de missão colonizadora, esta surge recorrentemente nos textos de imprensa e também na obra literária de Eça. Enquanto que, por exemplo, no conto intitulado “Civilização”, no romance A Cidade e as Serras ou na Correspondência de Fradique Mendes, esse tema se apresenta de forma explícita, em outras obras queirosianas a concepção do que viria a ser uma sociedade dita ‘civilizada’ revela-se de uma forma ou de outra. Basta pensar no questionamento do enriquecimento com o tráfico de escravos, como acontece com a origem da fortuna do pai de Maria Monforte em Os Maias – um romance que dialoga com a visão exposta em História de Portugal e Portugal Contemporâneo – ou, num outro exemplo, na exploração da colónia moçambicana por parte de Gonçalo na Ilustre Casa de Ramires – um projeto que deve ser lido no contexto do debate coevo, no qual participava Oliveira Martins (vd. Dispersos). Este pensador refletiu em vários textos (A Inglaterra de Hoje, O Brasil e as colónias portuguesas) sobre o devir da civilização europeia e o lugar que Portugal poderia negociar nos contextos ibérico, europeu e colonial, em termos que viriam a marcar o desencanto ideológico da chamada Geração de 70.

Discutindo as distintas abordagens da reflexão feitas por Eça de Queiroz e por Oliveira Martins, o presente curso pretende mostrar como ambos contribuiram para esse debate, não só em Portugal, mas também para além das fronteiras da Europa, no mundo de língua portuguesa.

Coordenação Científica

Orlando Grossegesse

Professores Convidados

Helder Garmes
Maria Helena Santana
Pedro Schacht Pereira

Likes(0)Dislikes(0)