Notícias

Programas Especiais em Tormes

Conheça a vida e obra de um dos maiores escritores da literatura portuguesa, em programas que combinam a cultura, a gastronomia e a natureza.

Com o objectivo de promover e perpetuar a memória deste grande escritor, a Fundação Eça de Queiroz dispõe de programas especiais para grupos.

  • Visita Guiada ao núcleo museológico, que alberga o espólio do Escritor com uma duração aproximada de 45 minutos a 1 hora e o custo de 5,00€ por pessoa. Estas visitas realizam-se de terça a domingo no seguinte horário: 9h30, 10h30m, 11h30m, 12h30m, 14h30m, 15h30m e 16h30m;
  • Visita Guiada + Merenda Regional. Este programa tem o custo de 15€ por pessoa e a duração de meio dia, sendo realizado de terça a sábado. A merenda consta de presunto, alheiras, bolinhos de bacalhau, bifinhos de vinhad’alho, cogumelos, peixinhos da horta, pastelão e broa acompanhados pelo vinho Tormes.
  • Um Dia em Tormes, que pressupõe a visita guiada ao núcleo museológico, a visualização de um documentário sobre vida e obra de Eça de Queiroz (45 minutos), seguido de um almoço queiroziano completo no Restaurante de Tormes (5 ementas à escolha –  deverá seleccionar-se uma que seja consensual ao grupo ou compor uma a gosto). A realização deste programa tem a duração de, aproximadamente, um dia e um custo de 30€ por pessoa, sendo que para agências fica em 25€. Este valor já inclui vinhos, águas e refrigerantes. Realiza-se de terça a sábado e aquando da sua confirmação tem de ser sinalizado com 25% do valor total;
  • Aluguer do Auditório equipado com tela e projector para reuniões de trabalho. O custo é de 150€/dia com possiblidade de serviço de coffee-break (café, chá, sumo de laranja e bolachinhas – acréscimo de 2,50€ por pessoa).
  • O Caminho de Jacinto. Se para além de tudo isto ainda pretende usufruir da natureza envolvente, poderá realizar este percurso pedestre que, de acordo com o relato do romance “A Cidade e as Serras”, tem início na Estação de Tormes (Arêgos), prolongando-se serra acima por caminhos de natureza até Tormes ou Quinta de Vila Nova. A Estação é um dos elementos fundamentais do itinerário, pois é neste cenário que a expectativa urbana se confunde com a rusticidade do lugar, onde a curiosidade sobranceira de Jacinto se verga perante a graciosidade acolhedora da pequena infra-estrutura instalada entre a serra omnipresente e a, agora, calmaria das águas do rio.O percurso tem uma distância aproximada de 3 quilómetros, é livre e não tem acompanhamento de guia, nem qualquer custo associado. O mapa e guia do mesmo pode ser encontrado em https://feq.pt/o-caminho-de-jacinto/


Para mais informações ou marcações contacte-nos através do 254 882 120

Likes(0)Dislikes(0)