Notícias

Eça de Queiroz – 150 anos da sua estreia forense

A 28 de Março de 1867 Eça de Queiroz enceta a sua estreia no foro com a defesa do réu André Maria Ferreira Vilalobos, processado pela Casa Pia de Évora.

Em 1866 Eça de Queiroz forma-se em Direito, pela Universidade de Coimbra, e logo no ano seguinte inscreve-se no Supremo Tribunal de Justiça em Lisboa. No entanto, é em Évora que abre o seu primeiro escritório de advogado, na Praça D. Pedro, número 3 (actual Praça Joaquim António de Aguiar), local onde se situa, também,a redacção do Distrito de Évora, jornal de oposição ao governo, do qual é director e redactor. É neste mesmo jornal que surge o anúncio da abertura do escritório do jovem advogado Eça de Queiroz, a 10 de Fevereiro de 1867:

feq-noticia-abertura-wescritorio

No número de 28 de Março do referido jornal é noticiada a estreia forense de Eça de Queiroz enquanto defensor de André Maria Ferreira Vilalobos, autor de um artigo escrito acerca do aforamento da Herdade do Sobral, da Casa Pia de Évora. Tratava-se, portanto, de uma acção por abuso de liberdade de imprensa, em que o réu acabou por ser condenado a pagar parte das custas do processo e 10.000 réis de multa. O cliente, embora condenado (a pena era inevitável), elogiou depois, publicamente, o seu defensor.

Likes(0)Dislikes(0)